Fim do ano se aproximando, hora de fazer planos para um ano novo. E é hora também de buscar e planejar boas oportunidades para aprender, compartilhar, trocar ideias e experiências. Trouxe aqui uma lista dos próximos cursos em que estarei como professor na ESPM-Rio e um resumo do que você poderá aprender em cada um deles.

Especialmente para quem atua profissionalmente nas áreas de Marketing, Publicidade e Comunicação, são formações em temas bem específicos e que podem ajudar você a desenvolver mais habilidades para sua carreira, principalmente porque abordam disciplinas que estão relacionadas com as estratégias em mídias sociais e plataformas digitais. Mas todos são bem-vindos, seja qual for a formação ou a área de atuação profissional, o importante é estar disposto a aprender e trocar bastante com as turmas. 😉

Nesse post vou apresentar três dos cursos que acontecem no primeiro trimestre de 2018. E em uma próximo post vou apresentar os demais.

Os cursos são: Etnografia aplicada às mídias sociais; Monitoramento de Mídias Sociais; Big data aplicado à Inteligência de Marketing; Métricas de Mídias Sociais; Influenciadores: seleção e avaliação dos resultados sobre o investimento (em breve no site); e Métricas digitais e monitoramento de mídias sociais para campanhas políticas (em breve no site).

Etnografia aplicada às mídias sociais: 22, 24, 29 e 31/Janeiro

149982-OTYS6C-861

A etnografia é um método das Ciências Sociais utilizado para o estudo da cultura de grupos específicos dentro da sociedade. E tem sido cada vez mais comum, nos últimos anos, ouvir falar em etnografia digital ou netnografia, muito por conta das possibilidades de estudar grupos dentro dos ambientes digitais.

Acontece que a etnografia (ou netnografia, como principalmente alguns estão chamando e vendendo) não é apenas coletar e ler os comentários de uma ou mais páginas, de grupos no Facebook ou de menções no Twitter. A etnografia aplicada às mídias sociais requer também um planejamento, a aplicação de um método, conhecimentos específicos sobre a coleta de dados de cada mídia, a organização desses dados e a descrição dos comportamentos observados. Esses comportamentos estão relacionados a aspectos culturais, que, por sua vez, passam por costumes, crenças, hábitos, modos de ser e estar inserido nos grupos etc.

Nas mídias sociais existem boas oportunidades para esses estudos, uma vez que conseguimos coletar e armazenar dados observados nos campos de interação social nos ambientes digitais. E muitas marcas estão aprendendo sobre a importância da etnografia nesses espaços para entender melhor seu consumidor, seus interesses, buscar oportunidades para diálogos, encontrar outras e diferentes formas de interagir com eles, entre outras. Esse é um curso recomendado principalmente para quem gosta, já trabalha ou quer trabalhar com pesquisas, entre elas pesquisas com dados de mídias sociais. E também para quem atua em áreas estratégicas de empresas e agências, como planejamento e BI (Business Intelligence).

Acesse o programa completo do curso. As aulas serão às segundas e quartas e começam em 22 de janeiro.

Monitoramento de Mídias Sociais: 24/Fevereiro e 03/Março

O monitoramento de mídias sociais é cada vez mais frequente e mais necessário para as marcas e suas estratégias de interação com os públicos.  Mas engana-se quem pensa que é fácil monitorar as conversas desses públicos nas mídias sociais. Ele requer planejamento, bons softwares, uma equipe preparada e principalmente pessoas com capacidade analítica para lapidar a enorme quantidade de conversas e dados coletados. Transformar os dados brutos do monitoramento em conhecimento e informação relevante para a tomada de decisões estratégicas para marcas é o ponto fundamental desse trabalho.

Nesse curso vamos utilizar a Stilingue (a ferramenta mais utilizada no Brasil, segundo pesquisa desse ano) para monitorar as mídias sociais. Cada aluno receberá um login para criar um planejamento e aplicar na prática no software os conhecimentos que serão compartilhados durante o curso. O monitoramento vem sendo muito usado para encontrar menções às marcas, para SAC nas mídias sociais, para saber como, quando e onde o público fala das marcas, para identificar os aspectos mais mencionados sobre produtos e serviços e até para buscar influenciadores. Serão dois dias de curso com a mão na massa, aprendendo e fazendo.

Acesse o programa completo do curso. As aulas serão em dois sábados e começam dia 24 de fevereiro.

Cursos ESPM Rio de Janeiro

Big Data aplicado à Inteligência de Marketing: 26 e 28/Fevereiro e 05 e 07/Março

E de repente tudo se tornou “Big Data”! É big data para cá, é big data ali, é big data na apresentação para chamar atenção do cliente, é big data para resolver problemas de um futuro próximo em que tudo será automatizado e seremos substituídos por máquinas!! Affff! Mas será que isso é Big Data?

Nesse curso vamos discutir o estado atual das questões que envolvem Big Data e, principalmente, buscar entender mais claramente o que significa sua aplicação. Quais são as possibilidades do uso de Big Data para negócios, para marcas, para campanhas de Marketing? O que é possível fazer com softwares e ferramentas desde pequenos negócios a grandes organizações.

Se essa enorme quantidade de dados produzidos está à disposição (será?) das marcas e das pessoas, mais importante ainda é saber como lidar com eles. Vamos tratar dos desafios para estratégias de marcas, negócios e relacionamento com consumidores em um ambiente de marketing competitivo e permeado pela tecnologia, onde uma enorme quantidade de dados exige habilidades específicas e conhecimento avançado de técnicas de pesquisa, banco de dados, análise de redes e fundamentos de mercado para transformar dados brutos em inteligência de marketing.

Acesse o programa completo do curso. As aulas serão às segundas e quartas e começam no dia 26/Fevereiro.

No próximo post aqui vou falar dos outros cursos que acontecerão ainda no primeiro trimestre de 2018: Métricas de Mídias Sociais; Influenciadores: seleção e avaliação dos retorno sobre o investimento; e Métricas digitais e monitoramento de mídias sociais para campanhas políticas.